Central de Atendimento
  • (11) 3686-0583
  • (11) 3621-2892
  • (11) 94061-5680

Meu Carrinho

0 R$ 0,00

Filtros

Preço

Como conservar o banco da moto

Quando se olha para uma motocicleta, as preocupações mais comuns são peças de moto relativas ao seu funcionamento e proteção, como o motor, pneus, carenagem, entre outros.

Quando se vai pegar a estrada, entre os itens verificados na revisão estão a troca de óleo, a relação de transmissão a embreagem e outros aspectos relativos ao funcionamento da moto em si, sendo que toda a parte visual acaba sendo deixada de lado.

No entanto, há algumas partes das motocicletas que também podem trazer problemas ao piloto, como o banco de moto. Justamente o acessório que carrega o motociclista, que dá o conforto ao trafegar, além de compor boa parte do visual da moto, é um dos itens mais omitidos nas manutenções.

Para que ele permaneça cumprindo o papel funcional e estético da maneira correta, confira algumas dicas interessantes de como deixar o assento da motocicleta sempre novo.

 

Capriche na limpeza do assento

É preciso começar falando dos bancos para motos de couro sintético, material que está em 8 de cada 10 motos. Sua principal dica é jamais deixar a motocicleta diretamente exposta ao sol, já que o calor e a luz direta podem provocar rachaduras no assento, diminuindo a vida útil do item.

Já o processo de lavagem é feito com água, sabão neutro e uma escova macia, dentro de um intervalo de aproximadamente 15 dias. O ideal é a utilização de pouca água no processo, para evitar que a espuma interna do banco de moto fique encharcada, tornando a secagem muito mais difícil.

Esfregue então em sabão neutro para toda a superfície do assento, tomando cuidado para não deixar o revestimento em contato com o sabão por muito tempo, para não provocar um desgaste prematuro do couro sintético.

Para o banco de moto feito em couro natural, o processo de limpeza é exatamente o mesmo, assim como as recomendações para aumentar a durabilidade.

 

Mantenha o banco para moto sempre hidratado

Para manter seu assento sempre hidratado, o intervalo do procedimento deve ser feito conforme cada região do país. Em locais mais quentes, o ideal é que seja feito a cada dois meses. Já em cidades mais frias, é possível variar entre três e quatro meses.

Espalhe o hidratante por todo o banco para moto, deixando descansar sobre o couro natural ou sintético por conta de cerca 12 horas para a devida absorção do produto. Com o final desse período, retire o excesso de hidratante com a flanela.

Todos os produtos para hidratação de couros naturais ou sintéticos dessa peça para moto devem ser voltados para a finalidade, além de serem encontrados com facilidade em lojas de artigos para motociclistas.

Utilizar outros produtos, como óleo de cozinha, cera automotiva ou até tipos de hidratantes corporais pode provocar um desgaste maior e antecipado do assento.

Tudo por conta da corrosividade dos componentes químicos que esses outros líquidos possuem. Outro problema de utilizar produtos inadequados nas peças e acessórios para motos é que o banco pode acabar ficando muito escorregadio, ficando bastante desconfortável na pilotagem.

 

Confira bem a restauração

Caso o banco de moto acabe se rasgando ou furando, existem vários serviços de capotaria e restauração que podem ser encontrados no mercado. Normalmente esses valores variam entre 20 a 70 reais por um serviço muito rápido e prático.

Outro ponto que pode ser lembrado é o da capa para banco de moto. Resistente e também feita de couro, ela protege o assento do veículo contra as pequenas avarias do dia a dia, permitindo que ele dure mais.

Mesmo as menores peças para motos precisam receber todo o cuidado e carinho na hora da revisão. Só assim para ela ter dar uma vida longa e proveitosa para o motociclista.

E para arrumar sua moto, conte sempre com a Megga Motos. Somente no site você encontra grandes itens para todas as partes da motocicleta, como mochilas e elásticos, Kit Cilindro Original e muitos outros.

  • 7 Item(s) encontrado(s)
  • por página
  • 7 Item(s) encontrado(s)
  • por página